top of page

4 dicas de segurança residencial

Atualizado: 5 de out. de 2020

A nossa casa é um local onde se deve garantir a vida familiar e a protecção do património. Nesse sentido, as estratégias de segurança residencial nunca podem ser excessivas e não devemos fazer todos os esforços para aplicá-las.

Atualmente, existe uma série de opções técnicas e até comportamentais que podem tornar nossas casas mais seguras. Por exemplo, investir em sistemas de proteção mais modernos e evitar tornar o interior da casa muito óbvio são algumas alternativas. Quer saber mais? Siga este artigo e aprenda 4 estratégias para tornar sua residência mais protegida. Verificação de saída!


1. Invista em um sistema de segurança

Hoje, a tecnologia pode ajudar tanto a melhorar a comunicação, como a facilidade do WhatsApp, quanto a segurança eletrônica de nossas casas. Um exemplo disso são os centros de alarme monitorados. São estruturas que funcionam 24 horas por dia, captando sinais sempre que se identificam movimentos suspeitos em uma residência castrada.


Os alarmes consistem em sensores colocados estrategicamente em toda a casa e podem ser de vários tipos, como sensores magnéticos que podem ser instalados em portas e janelas. Quando esses locais são violados, o alarme desliga imediatamente e ativa o painel.


Existem também alarmes detectores de presença que rastreiam áreas específicas da sua casa usando um sistema infravermelho. Esta tecnologia permite detectar movimentos humanos sem interferir. Graças a este dispositivo, sua casa fica mais inteligente, protegendo-a contra roubos e assaltos.

2. Cuide da estética da casa

A forma como a casa é exibida pode ou não facilitar a entrada de bandidos. Portanto, preste atenção aos pequenos detalhes para que não sirvam como uma falha na segurança do seu lar.

É o caso de locais com cortinas translúcidas que permitem ver o interior das instalações à distância. Nesses casos, com as luzes acesas à noite, é possível ver o trânsito do lado de fora da casa, o que torna o furto e furto ainda mais fácil.

Portanto, a melhor opção é substituir as cortinas translúcidas por modelos de tecido mais grosso ou de outro material que dificultem a visão externa da casa.

3. Tenha um bom sistema de iluminação externa

Uma casa com um espaço exterior escuro é um convite aos criminosos. É preciso investir em uma boa iluminação desse espaço. Isso pode ser feito colocando pontos de luz em locais estratégicos. Neste caso, é necessário utilizar iluminação combinada com lâmpadas de parede e lâmpadas diretas e indiretas.

Por exemplo, a fachada de uma casa pode receber iluminação mais quente e indireta nas laterais. Recomenda-se o uso de iluminação branca direcionada de alta intensidade nas entradas principais e laterais e no pátio.

Esta combinação permite manter os detalhes nítidos da casa e ainda garante a segurança, pois é mais fácil ver o entorno por dentro e vice-versa.

4. Aposte em portões ou muros com estruturas adequadas

Não faz sentido construir um muro ou instalar um portão alto pelo qual você possa pular. É preciso fortalecer a segurança e dificultar as atividades dos bandidos. Uma ótima alternativa é trocar os portões ocos que permitem o encaixe dos pés. Também preste atenção se a parede posterior da casa possui alguma estrutura de suporte que facilite a eventual entrada na residência.

Essas foram dicas para melhorar a segurança doméstica. E se você mora em condomínio, lembre-se também que é importante pensar em contratar os serviços de segurança necessários. Portaria ou supervisão 24 horas e monitoramento eletrônico é uma das estratégias mais necessárias.

bottom of page